primeira-missa 2-300x168O então eleito, Papa Francisco, celebrou sua primeira Missa privada como Pontífice na tarde desta quinta-feira, 14, na Capela Sistina, em Roma.

 

A celebração, que aconteceu por ocasião do encerramento dos trabalhos do Conclave, teve a participação dos 114 cardeais eleitores, bispos, religiosos e religiosas, pessoas ligadas à organização do Conclave, dentre outros convidados.

 

O trecho do Evangelho lido durante a liturgia foi o de Mateus, capítulo 16, onde Jesus diz a Simão Pedro: “Tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja; as portas do inferno não prevalecerão contra ela” (Mt 16, 18).

 

:: FOTOS no Flickr

 

Após a proclamação do Evangelho, o Santo Padre, fez uma breve homilia, agora como Sucessor de Pedro. Em suas palavras, o Pontífice discorreu sobre três “movimentos” que devem acompanhar a vida cristã: o edificar, o caminhar e o confessar.

 

De acordo com Papa Francisco, o edificar está ligado à construção da Igreja, esposa de Cristo, que para ter consistência deve ser edificada sobre a Pedra ungida pelo Espírito Santo. Por segundo, o Santo Padre explicou sobre o caminhar.

 

“Caminhar na luz do Senhor. Caminhar, nossa vida é um caminho. Quando paramos, há de saber que algo não está bem. Caminhar sempre, na presença do Senhor. Tentando viver nessa irrepreensibilidade que o Senhor diz,” esclareceu o Pontífice.

 

Caminhar, edificar e confessar. Mas, não é uma coisa fácil porque no caminhar e construir, no confessar, às vezes, há problemas e movimentos que não são propriamente do caminho, mas nos levam para trás.

 

Quando caminhamos ou edificamos e confessamos sem a cruz, disse o novo Papa, não somos discípulos do Senhor, mas mundanos.

 

Por fim, o Pontífice agradeceu os dias anteriores de graça e convidou os católicos a caminharem na presença do Senhor, com a Cruz de Cristo e edificar a Igreja com o Seu sangue. O Papa fez votos de que todos os cristãos, com o Espírito Santo e a intercessão da Virgem Maria, possam caminhar, edificar e confessar Jesus Cristo”, rezou.

 

Durante o rito das “Preces dos fiéis”, elevou-se a Deus orações pelo novo Pontífice, assim como pelo Papa Emérito Bento XVI, suplicando a Deus que ele sirva a Igreja no recolhimento de uma vida dedicada à oração.

 

A Missa que inaugura o Pontificado do Papa Francisco será na próxima terça-feira, 19, às 05h30 (horário de Brasília), na praça São Pedro, em Roma. Será nesta celebração que o novo Papa receberá o anel do pescador e as demais insígnias papais. A celebração terá transmissão ao vivo pelo Sistema Canção Nova de Comunicação. 

 

FONTE: CANÇÃO NOVA