litur

todastoptercas



Nota de Esclarecimento sobre Eleições 2014

Postado por em em Notícias
  • Tamanho da fonte: Maior Menor
  • Acessos: 3394
  • 0 Comentários
  • Increver-se para receber atualizações
  • Imprimir

b2ap3_thumbnail_eleicoes2014_03.jpg

A Renovação Carismática Católica do Brasil, como Movimento Eclesial da Igreja Católica Apostólica Romana, declara que não toma partido de nenhum candidato à Presidência da República nessas Eleições 2014. Nesse contexto, suas ações se mobilizam apenas com o incentivo à conscientização cidadã e cristã de seus membros.

 

 Segundo a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, na cartilha Pensando o Brasil: Desafios diante das eleições 2014, “é responsabilidade de todo cidadão participar, conscientemente, da escolha de seus representantes”. Frente a essa premissa, a RCC designa a si mesma o chamado a “exaltar o papel do voto consciente como instrumento de transformação social de grande valor” (Apostila de Formação do Ministério de Fé e Política, Editora RCCBRASIL).

 

A Renovação não pretende tomar para si o desígnio do voto, mas seu trabalho, em relação ao eleitor, é sempre de conscientização e liberdade. Além disso, é também desenvolvido um trabalho de formação e orientação para vocacionados na perspectiva das Ciências Políticas e da Doutrina Social da Igreja, sendo esta reveladora do pensamento da Igreja e, consequentemente, da RCC no trato de tais questões.

 

Outrossim, é importante esclarecer que o Movimento não autoriza qualquer preposto ou veículo de comunicação a divulgar posicionamentos relativos a questões políticas como se fossem oficiais da RCCBRASIL. Em especial, quanto aos candidatos a presidente da república, não há qualquer orientação que aponte um candidato, ou exclua outro.

 

 

 

Por fim, esperamos que o Espírito de Deus suscite um amor profundo pela nação, no coração de todos os eleitores brasileiros, como inspirado em nosso hino – “... verás que um filho teu não foge à luta...” – para que todos compareçam às urnas e declarem, a partir da própria opinião, o direito inalienável e intransferível de seu voto.

 

Fonte  RCC - Brasil.

0

Comentários

  • Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário

Visitante Quarta, 29 Junho 2022