litur

todastoptercas



A oração se renova pelo amor

Postado por em em Notícias
  • Tamanho da fonte: Maior Menor
  • Acessos: 64
  • 0 Comentários
  • Increver-se para receber atualizações
  • Imprimir

redeintercessao04Mas amamos porque Deus nos amou primeiro” (I João 4, 19)

A oração é um gesto de amor. É a ação do homem em direção àquEle que o ama e atrai para si; o lugar onde encontra repouso para sua almaO desejo de Deus está inscrito no coração do homem, já que o homem é criado por Deus e para Deus; e Deus não cessa de atrair o homem a si, e somente em Deus o homem há de encontrar a verdade e a felicidade que não cessa de procurar”(CIC 27).

Conforme a história da Salvação, o homem traz em si a marca do pecado original que o separa da Graça vivificante. Porém, em Jesus Cristo, este elo é restabelecido gratuitamente. “Porque o salário do pecado é a morte, enquanto o dom de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor”(Romanos 6, 23).

Percebemos que as lutas e desafios constantes, por vezes nos causam desânimo ou frieza espiritual, mas não podemos deixar de vivenciar o amor, Santa Teresinha nos ensina a pequena via, que nos leva a perfeição do amor, a pequena via de Teresinha é um caminho pelo qual nos tornamos ofertas de amor a Deus nas pequenas coisas do dia a dia. Isso significa, que mesmo um simples gesto ou esforço, quando realizados por amor a Deus é uma valiosa oração.

Contudo, compete a nós tomarmos a decisão, qual via seguir, o Salmo primeiro, fala de dois caminhos, e nos orienta sobre a capacidade de fazer escolhas e as consequências delas advindas. Quando optamos pelo caminho que leva a Deus,  precisamos romper com sentimentos de ódio, rancor, ressentimento, egoísmo que divide primeiramente o interior do homem, desfigurando-o, levando-o a própria destruição, e também causa divisão na vida em comunidade e na vivência fraterna, as Sagradas Escrituras nos alerta: “Todo reino dividido contra si mesmo será destruído. Toda cidade, toda casa dividida contra si mesma não pode subsistir”(Mateus 12, 25).

Porém, o amor, a bondade, a paz, a justiça, a esperança; são valiosas atitudes que restituí a harmonia e a inteireza do homemAlém disso, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo que é nobre, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, tudo o que é virtuoso e louvável, eis o que deve ocupar vossos pensamentos”(Filipenses 4, 8).

Quando juntamos a nossa miséria ao Coração de Jesus, a Sua Misericórdia nos torna um, Nele e por Ele, renovando nossas forças. Bem sabemos o quão é difícil esse processo de nos unirmos ao Senhor e sermos renovados por Ele, quando contamos apenas com as nossas próprias forças.

Contudo, Jesus não nos deixou desamparados, clamou ao Pai para que mandasse o Espírito Santo para ficar eternamente conosco, para nos ensinar e recordar todas as coisas, segundo Evangelho de São João, Capítulo 14. Quando não sabemos como orar, o Espírito vem em auxílio à nossa fraqueza, ele intercede por nós, conforme Romanos 8, 26.

Portanto, a Oração, a restituição do Amor e da Unidade, devem acontecer, primeiramente, dentro de cada um de nós. A partir desse “Acontecer em nós” o Amor, a nossa Oração renovada, transbordará até o irmão, até as nossas famílias, em nosso Ministério, em nossa missão. Porque o Amor de Deus é a fonte primeira, de todas as coisas.

Lúcia Fátima Lopes Silvério

Ministério de Intercessão  RCC São Paulo

0

Comentários

  • Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário

Visitante Segunda, 24 Fevereiro 2020